Financiamento Moto Honda, motos usadas, moto nova, preço motos, compra motos!

Financiamento Moto Honda

Na falta de dinheiro no bolso e estando diante da necessidade de um meio de transporte, seja para utilizar como ferramenta de trabalho ou simplesmente para passeio, um financiamento de veículos acaba sendo a única opção disponível.

O financiamento de motos é muito procurado por quem não tem dinheiro para comprá-la a vista, pois as concessionárias e revendedoras oferecem excelentes prazos, que em média variam entre 12 e 48 meses, além de parcelas baixas e taxas de juros tentadoras.

Para quem deseja financiar uma motocicleta para o trabalho, como um motoboy, por exemplo, existem linhas de financiamentos disponíveis através da Caixa Econômica e do Banco do Brasil que facilitam o financiamento de motos de até 150 cilindradas. Neste tipo de empréstimo, a taxa de juro é muito menor do que a praticada no mercado e o prazo de pagamento é bem extenso. Para um financiamento em 24 parcelas, a taxa de juros mensal é de 1%, subindo para 1,46% se o prazo escolhido estiver entre 24 e 36 meses, sendo permitido estender o pagamento em até 48 parcelas, com juros de 1,9% ao mês.

Quem precisa de uma moto financiada, mas não se enquadra no plano anterior, tem a opção de procurar um banco ou concessionária.

Nos financiamentos pelo banco, é realizada uma análise de crédito e a liberação de um limite de crédito ao cliente, que a partir daí pode sair em busca da moto ou veículo a ser compra.

Quem deseja financiar direto na concessionária, deve procurar uma e realizar simulações, pois geralmente elas oferecem diversas formas de financiamento através de vários bancos, sendo a simulação muito necessária para se conhecer as condições de cada um deles, taxa de juros e valor das parcelas a serem pagas.

Um dos financiamentos mais procurados por quem deseja financiar uma moto nova é o Financiamento Honda, que pode ser contratado diretamente em uma concessionária da marca. Neste financiamento, o Banco Honda financia uma moto a taxas de juros bem pequenas e quase sem complicações, sendo necessário apenas comprovar a renda de 3 vezes o valor da parcela e não estar com o nome restrito em órgãos de proteção de crédito.

Independente do banco escolhido, o mais importante é comprar moto oferecendo a maior entrada possível e financiar o restante no menor prazo, pagando o valor máximo para prestação, que caiba no seu bolso, fugindo assim dos juros, que podem tornar a moto muito cara, principalmente se o financiamento for para comprar uma moto usada, pois ela já sofreu a desvalorização de mercado.

Financiamento Motos

Este site tem por objetivo informar o público sobre modalidades e requisitos para financiamento de motos. Não temos qualquer vínculo com nenhum Banco, Financeira ou Montadora, as informações disponibilizadas foram retiradas da internet e são acessíveis ao público em geral. As marcas aqui apresentadas são de propriedade de terceiros.